Novas atividades em ação

  • 27/06 -  Zilda Maria Silva Pinheiro, Coordenadora arquidiocesana da Pastoral da Aids participou online do encontro da articulação das pastorais sociais do Nordeste, Seminário da sexta semana social Brasileira onde apresenta proposta de mobilização com o tema: Mutirão pela vida por terra,  direito e trabalho.

 08/07 - Com os devidos cuidados estivemos reunidos, a coordenação diocesana e outros agentes de Vargem Grande planejando de como continuar nossos trabalhos em tempos de pandemia.  
 
Ir. Vivi participou conosco fez repasse dos encontros online da coordenação nacional. 

 





  • 13/07 - Paróquia Nossa Senhora de Santana em Coelho Neto - Diocese de Brejo abre as portas da igreja e programa horários de oração para todas as pastorais e movimentos paroquiais. Pastoral da Aids conforme seu horário participa da atividade com a presença de alguns agentes. 

 

 



  •  
  • 18/07 - Zilda Maria da Silva Pinheiro, coordenadora arquidiocesana da Pastoral da Aids participou do encontro online  das pastorais sociais.  O objetivo foi discutir como preparar o Grito dos excluídos em tempos de Pandemia. 

 

 


Ações da Pastoral da Aids - 17/05/2020


Todas essas ações demonstraram a comunhão de todos os agentes em oração e sintonia neste dia. 




No brilho da luz, fortalecer a Esperança: celebrar este dia, é sentir a esperança em nossos corações e a certeza da fé em Jesus Cristo que nos reúne como irmãos e irmãs a serviço da vida. Assim mantemos a chama acessa da vida, rezando por todas as famílias e levando uma palavra, uma ação que resgata tantas vidas. 
Eu Sou o bom pastor. O bom pastor dá a sua vida pelas ovelhas”. (Jo.10,11). Nesta certeza que nos envolve, olhamos para o próprio Jesus Cristo que nos ama como somos, de maneira incondicional.  Que Jesus, fonte da vida plena nos fortifique nesta missão de amar e servir.

Reunião da equipe de comunicação da Pastoral da Aids


Nesta sexta-feira (22), a Pastoral da Aids reuniu os agentes que atuarão na área da comunicação da mesma, com o objetivo de somar esforços e utilizar os canais institucionais para dar visibilidade ao que está sendo realizado nos regionais e a nível nacional, em relação à prevenção, formação dos agentes, incidência política e acompanhamento das pessoas vivendo e convivendo com HIV e Aids. A equipe de comunicação da Pastoral da Aids está sendo organizada e conta com a participação de 17 agentes, indicados pelos/as coordenadores/as regionais, secretário executivo e assessor de comunicação. Segundo o secretário executivo, Evandro Ferrete, está sendo preparado um Plano Nacional de Comunicação da Pastoral da Aids para fortalecer as ações de luta contra a AIDS, levar informações para a prevenção que favoreçam o acolhimento e cuidado às Pessoas que vivem e convivem com o HIV, a favor da VIDA e da SOLIDARIEDADE!

Vigília pelos mortos de Aids 2020

No terceiro domingo de maio, dia 17, a Pastoral da Aids da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) promove a Vigília Pelos Mortos de Aids, em todas as regiões episcopais, onde de forma on-line ou individual farão orações pelas pessoas que morreram com Aids.  A Vigília é um movimento internacional que iniciou em maio 1983. Um grupo formado por mães, parentes e amigos de pessoas que morreram por causa do HIV, organizou, em Nova Iorque, a Primeira Vigília Pelos Mortos da Aids.
Este ano a vigília traz o tema “No brilho da Luz, Fortalecer a Esperança”, expressão que coloca em comunhão as pessoas que faleceram e estão na presença de Deus, com aquelas que cuidam da vida e buscam que os direitos humanos sejam respeitados. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que desde o início da epidemia, em 1981 cerca de 38 milhões de pessoas morreram de AIDS. No Brasil o Boletim Epidemiológico de 2019 mostra que 338.905 já faleceram por causa da Aids. A 37ª Vigília da Pastoral da AIDS conclama a todos a manterem acesa a chama da esperança, fortalecer a solidariedade, os laços fraternos, o espírito comunitário e o interesse público, colocando a vida humana em primeiro lugar.
A Pastoral da AIDS, como serviço da Igreja Católica, segue os passos do mestre Jesus e sonha com a vida e saúde para todos. O sonho é que mais nenhuma pessoa se infecte com o vírus HIV e que todos os que já estejam infectados e vivem com AIDS, sejam acolhidos, acompanhados e com qualidade de vida garantida. “Eu vim para que todos tenham vida e a que a tenham em abundância” diz Jesus.  Neste dia queremos fazer memória aos mortos em consequência da AIDS, e suscitar nossa solidariedade as pessoas que vivem e convivem com o HIV, despertando toda a população para a prevenção.
A igreja, mobilizada pela Pastoral da AIDS e por entidades comprometidas com a causa, dá sua contribuição promovendo a solidariedade. Lembra, ao mesmo tempo, que a morte não é a última palavra sobre o humano. Cristo ressuscitou para que transformemos os sinais de morte em sinais de vida.
Neste ano, devido a COVID-19, as celebrações não serão com aglomeração de pessoas. Usaremos nossos contatos e mídias sociais para divulgar os materiais de campanha. No dia 17 de maio, às 19h, será transmitida uma missa online no Regional Leste 2, Arquidiocese de Vitória, sede atual da Secretaria Nacional, pelo Facebook da “Pastoral da Aids - Nacional” e/ou pelo canal da Pastoral da Aids no Youtube https://cutt.ly/QynvYDZAcompanhe e participe!






Carta de reconhecimento de pe. Jaimme pároco de Coelho Neto diocese de Brejo  para pastoral da Aids